O site nrv-tv.com fez uma entrevista em vídeo com o Twiggy! Para assistir o vídeo, clique aqui.

Entrevista concedida para o site sfexaminer.com

Por: Tom Lanham
 
SÃO FRANCISCO

Coração partido, por sua média composta, é normalmente bom para um romântico ou dois.

Mas não para o shock-rocker Marilyn Manson, que empregou um álbum inteiro – seu mais novo, “The High End of Low” – para catalogar um debilitado rompimento com a atriz Evan Rachel Wood, um relacionamento que acabou com uma bateria de 158 auto-cortes, um para cada ligação não atendida por ela.

Líricamente é cruel, em músicas como “Leave a Scar,” “Unkillable Monster” e “I Have to Look Up Just to See Hell.”

Mas musicalmente, o álbum – o que reúne o showman com a maquiagem borrada junto a seu antigo baixista Twiggy Ramirez – é um enorme glam-punk como seu clássico de 1998, “Mechanical Animals” Então tortura, parece, certamente tornar esse artista.

Mas 158 incisões valem? “Sim, é verdade” diz o homem de 40 anos, que aparece no Mountain View no Sábado.

“Mas elas não foram o tipo de machucados que coloquei em mim mesmo no passado, porque, bem, uma gilete é um instrumento muito fino e faz cortes muito pequenos e precisos,” ele diz. “Mas eu realmente não acho que foi ruim. Foi eu fazendo um ponto em um tempo,  me lembrando da estupidez de esperar por alguém, um lembrete de que eu teria cometido um erro. Então estou feliz por isso, aprendi com a experiência.”

Mas antes que as fãs góticas comecem a se desprender em lágrimas ao seu lado, Manson gostaria de fazer pequenos movimentos otimistas. Seu lado da carreira como pintor de aquarela vai bem, obrigado, assim como sua linha de absinto, Mansinthe, que ganhou uma Medalha de Ouro na competição World Spirits em São Francisco ano passado.

Ele assentou em estrelar um próximo filme de seu ídolo dos diretores de cinema, Alejandro Jodorowski, e semana passada seu amigo, o diretor Francês Gaspar Noe filmou um seguimento contendo Manson e sua nova namorada, a atriz pornô Stoya, uma mulher que ele viu como sua salvação.

Ouvindo atentamente ao “High,” esse notoriamente fez convites para festas, e você pode ouví-lo deixando sua fase carnal para trás com Stoya, que ele tornou-se obcecado – e então admitidamente stalkeou – na Internet.

“E agora estranhamente eu reprimi meu comportamento,” ele diz. “Conheci uma garota que me gerenciou a perder o interesse nas drogas e álcool, então agora estou dirigido pelo romance, amor, pelo conceito de querer viver, querendo ser melhor como pessoa.”

Está valendo lutar por tal serenidade. Ele diz “Cheguei a um lugar espiritual, e está realmente centrado na importância do que eu amo. E eu vou bater, matar e destruir qualquer coisa que se envolver com isso.”

O MySpace da banda foi atualizado com novas fotos. Veja-as abaixo

   

   

A Metal Hammer esteve recentemente em uma coletiva de imprensa do Manson, e descreveu como ele chegou bêbado com uma “prostituta” que ele pediu para levantar sua saia para ser fotografada por ele antes de tentar escrever na parede do hotel...

Depois que Manson finalmente sentou, ele disse as seguintes coisas entre outras (Deve ser adicionado que aparentemente ele ficou sóbrio para essa entrevista... estranho)

Manson: Já fui entrevistado pelo cara gay

Entrevistador: Alan Carr?

Manson: Sim, ele me ama muito.

Entrevistador: Agora o Obama é o presidente e tudo está “hunk-dorilly”...

Manson: Isso é uma palavra, “hunk-dorrily”?

Entrevistador: Agora é. Há algo mais para se rebelar?

Manson: Sim, há. Você tem que se rebelar contra o uso normal do pelo pubiano. Então foi isso que eu fiz semana passada ou há vários dias, você tem que ter paciência, vale a espera (Mostra fotos de pelos pubianos raspados em uma suástica em seu celular) Isso foi o que eu fiz semana passada, isso é como me rebelo.

Manson
: Tuátistica.

Entrevistador: Se você tivesse que escolher uma coisa que te fizesse feliz na vida, o que seria?

Manson: Drogas.

Entrevistador: Você tem uma paixão pela arte. Você ainda pinta?

Manson: Sim.

Entrevistador: O que você pintou recentemente?

Manson: Mulheres, telas, esperma.

Entrevistador: Esperma?

Manson: É, tela de esperma.

Manson: Eu não ligo para dinheiro. Sabe para quê que serve o dinheiro? Para enrolar e cheirar cocaína.

Entrevistador: Se você tivesse que se enrolar em um filme plástico pelo resto da sua vida ou só comer maionese pelo resto da sua vida, o que você escolheria?

Manson: Bem, uma vez tentei fazer uma camisinha com folha de estanho e elástico, mas não funcionou porque quando as garotas mordem o plástico, machuca o seu dente e eu tenho que bater nos seus dentes e é um grande tumulto... Não a maionese, mas as garotas não gostam disso, algumas têm alergia. Sou alérgico a peitos, eu broxo.

Entrevistador: Se você pudesse interpretar um personagem em um filme, qual seria?

Manson: Adolf Hitchcock. É tipo um combo.

Entrevistador: Tipo o Hitler em filme do Hitchcock.

Manson: É, porque tem um pinto (NT: “Cock”) nisso.

Manson atualizou seu MySpace com a seguinte mensagem:


Um grande amigo se foi hoje.

Vou sentir muito sua falta. E agora eu entendo o amor e a perda mais do que eu gostaria.


página: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 | 241 | 242 | 243 | 244 | 245 | 246 | 247 | 248 | 249 | 250 | 251 | 252 | 253 | 254 | 255 | 256 | 257 | 258 | 259 | 260 | 261 | 262 | 263 | 264 | 265 | 266 | 267 | 268 | 269 | 270 | 271 | 272 |









20.07 @ Budapest Open Air
21.07 @ Metal Hammer Festival
22.07 @ Junge Garde
24.07 @ Metaldays 2017
25.07 @ Rock in Roma
26.07 @ Villafranca Castle
28.07 @ QStock 2017
31.07 @ Stadium Live
02.08 @ Sport Palace
04.08 @ aken Open Air
[ ver mais ]

Marilyn Manson - Prêmio de Ícone pela Alternative Press (2016) Third Day of a Seven Day BingeThe Mephistopheles of Los AngelesManson fala sobre o ”The Pale Emperor” (2015)Manson dá suas impressões sobre o Natal (2014) Deep Six


ver +

facebook.com/marilynmanson
marilynmanson.com
twitter.com/marilynmanson


2008 - 2017 ® Marilyn Manson Brasil | Todos os Direitos Reservados