Em entrevista ao programa On Air with Ryan Seacrest, publicada hoje (9 de Abril de 2013) no Youtube, a cantora Avril Lavigne confirmou que o Manson fará uma participação em seu próximo disco, ainda sem título.

"O álbum será lançado neste verão. Uma das minhas músicas favoritas no disco chama Bad Girls, é uma música mais pesada e o Marilyn Manson canta nela."

A entrevista pode ser assistida abaixo. O comentário é feito a partir dos 6:50min.

 

 Para quem não lembra ou não ficou sabendo, em Outubro do ano passado, durante a turnê Twins of Evil, que juntou o Manson e o Rob Zombie, os dois tiveram uma briga e a turnê até teve sua continuação posta em xeque. Seis meses após o ocorrido, John 5, ex-guitarrista e velho conhecido nosso, agora no Rob Zombie, deu sua versão sobre o que ocorreu naquela noite. A entrevista foi publicada no site M Live. Veja a tradução abaixo:

 

Qual foi a sua deixa no incidente entre o Manson e o Zombie?

A coisa do Manson, sim... É engraçado que aquilo tenha acontecido em Detroit, sabe? Porque adoramos o Pine Knob (e agora chamado DTE Energy Music Theatre) e qualquer um que tenha ido ao Pine Knob por tanto tempo quanto eu - e você - sabe que sempre irá se chamar Pine Knob. Certo? Então minha irmã e o marido dela vieram e nos divertimos muito (após o show); Eu estava me encontrando com eles. E e então chega o Rob (até mim após o show), "Onde você estava? Alguma coisa aconteceu com o Manson" e bla bla bla e eu fiquei tipo "Ah, não!" Mas, sabe, foi algo que aconteceu, e fico feliz que tenha acontecido porque tivemos uma ótima turnê depois daquilo. Todos se deram bem e foi uma turnê muito bem sucedida.

O que aconteceu exatamente? Eu estava no show e tudo ficou bem louco de repente!

Aqui está o que aconteceu exatamente; Eu sempre digo a verdade. O que aconteceu foi o seguinte: Quando você toca em lugares ao ar livre, você tem um limite de tempo. Há casas, pessoas morando ali por perto, então você tem um limite de tempo bem curto. E se você passa desse tempo, você é multado. Então o que aconteceu foi que o Manson tinha que ter subido ao palco num horário específico. É bem restrito; você tem que estar no palco neste tal horário porque as duas bandas têm shows grandes. Então você tem que estar lá no tempo certo. E isso não aconteceu em Detroit; aconteceu em outra cidade. Mas o incidente realmente foi em Detroit. Manson subiu ao palco atrasado e queria fazer o show todo. As pessoas queriam ver o show todo, mas ele estava entrando no nosso horário. E quando ele sai do palco, você tem que tirar toda a parafernalha do Manson e colocar a do Zombie. Então todo minuto faz diferença. Sabe, ele estava pegando do nosso horário, iria cortar o nosso show. Isso não é bom, e foi isso o que aconteceu.

A crédito do Rob, ele admitiu que as coisas ficaram feias no backstage e disse que as diferenças seriam resolvidas. O quão feio foi?

As coisas ficaram bem feias. Algumas palavras foram ditas. Sabe, coisas assim. O Rob ficou bem puto porque você não diz coisas pro Rob Zombie sem o Rob Zombie dar uma chagada em você. Sabe, é algo que você não faz. O Rob irá cuspir na sua cara. Mas não foi tão extremo assim. Depois todos ficaram bem. E sabe, o Manson esteve ótimo naquela turnê. Ele realmente arrasou, fez um trabalho fenomenal, acho que ele está ótimo e desejo toda a sorte do mundo a ele.

Chegou ao ponto do Rob Zombie e do Marilyn Manson brigarem?

Bem perto. Foi muito intenso. Eu não vi, só ouvi (a discussão entre os dois), então não posso dizer.

Você tinha ideia de que o Rob iria começar a falar mal do Manson durante a cover de School's Out do Alice Cooper?

Foi algo que aconteceu, e depois do show - no dia seguinte - tudo foi resolvido. Mas não, não mesmo.

Manson fez uma pequena participação no último episódio da sexta temporada do seriado Californication e você pode assistí-lo legendado abaixo!

O diretor criativo da grife francesa Saint Laurent, Hedi Slimane, anunciou o nome de Marilyn Manson como novo ícone da “Saint Laurent Music Project”, uma campanha que retrata músicos famosos em coleções.
 
Manson, que também participará das escolhas das músicas dos desfiles, sucede outras figuras do mundo da música na campanha, como Ty Segall e Daft Punk.
 
Através de sua página no Twitter, Manson postou uma foto, em preto e branco, em que ele aparece com uma expressão séria, de maquiagem marcada e vestido com jaqueta de couro. Na imagem, também é possível ver a logomarca da grife, que, por sinal, passou a usar o nome Saint Laurent Paris ao invés de Yves Saint Laurent.
 
Segundo a própria grife, a jaqueta usada por Manson é do modelo “L01″, que já foi usado por Keith Richards e Tom Burke e que, a partir deste mês, voltará a aparecer em publicações de arte e de música, mas com a banda Ariel Pink.
 
Apesar da surpresa gerada em torno do nome de Marilyn Manson, a grife francesa alegou que a relação da marca com ícones do rock começou ainda em 1971, quando o próprio Yves Saint Laurent vestiu Mick e Bianca Jagger no casamento do roqueiro.
 
Coleção grunge. Marilyn Mason não está sozinho nessa campanha. Ao seu lado, Kim Gordon, Ariel Pink e Courtney Love também fazem parte do editorial que, clicado pelo próprio Slimade, revela uma coleção bem rock´n´roll.
 
Fonte: Estadão
 
New model #15 - MM 

Foto por Hedi Slimane para Saint Laurent

 

O produtor Sean Beavan, que já trabalhou em vários discos do Manson - inclusive no último, Born Villain, respondeu algumas perguntas ao site Audio Gear e falou um pouco de como foi participar da mixagem do Antichrist Svperstar. Leia abaixo:

Você trabalhou em dois discos pioneiros, The Downward Spiral do Nine Inch Nails e Antichrist Svperstar do Marilyn Manson. Você pode nos contar um pouco mais sobre esses dois trabalhos?

Me sinto realmente abençoado de ter feito parte desses dois grandes discos. Para mim, além de poder trabalhar com o Trent Reznor, um artista brilhante em um de seus picos criativos, o The Downward Spiral foi especial para mim porque pude trabalhar com o Flood, que foi muito generoso com seu talento e um mentor enquanto eu fazia a parte da engenharia de som. Todos os dias, após o trabalho, ele me contava histórias e compartilhava a sabedoria que ele teve ao longo desse tempo produzindo ótimos discos. Sua filosofia e generosidade ainda se comunica em tudo que eu faço.

O Antichrist Superstar foi um disco incrível e eu fui sortudo o suficiente de não apenas mixá-lo, mas de trabalhar com o Manson na maioria dos vocais, o que foi, criativamente, muito satisfatório, já que nos aprofundamos na filosofia e religião e, literalmente, dispositivos e criamos uma mitologia complexa e obscura, bem como uma grande arte. Manson é um artista talentoso e inteligente e sua complexidade faz com que estar com ele seja animador e memorável. Eu mixei a turnê do Antichrist Svperstar, que foi um dos maiores shows que já assisti.

página: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 | 241 | 242 | 243 | 244 | 245 | 246 | 247 | 248 | 249 | 250 | 251 | 252 | 253 | 254 | 255 | 256 | 257 | 258 | 259 | 260 | 261 | 262 | 263 | 264 | 265 | 266 | 267 | 268 | 269 | 270 | 271 | 272 |









Marilyn Manson - Prêmio de Ícone pela Alternative Press (2016) Third Day of a Seven Day BingeThe Mephistopheles of Los AngelesManson fala sobre o ”The Pale Emperor” (2015)Manson dá suas impressões sobre o Natal (2014) Deep Six


ver +

facebook.com/marilynmanson
marilynmanson.com
twitter.com/marilynmanson


2008 - 2017 ® Marilyn Manson Brasil | Todos os Direitos Reservados