Manson participou da última edição do Cannes Lions, uma reunião anual dos profissionais de marketing. Este ano ocorre entre os dias 21 e 27 de Junho, na França. Veja abaixo um resumo do que o Manson disse, feito pelo site Page Six:

A América precisa de alguém como eu!

Marilyn Manson compartilhou sua sabedoria sobre permanecer autêntico como um artista com a propaganda e tecnologia em Cannes Lions, e concluiu, "A América precisa de alguém como eu para não ser tão ruim."

O roqueiro, falando no Grey Music Seminar com Tor Myhren do Grey Group, descreveu como sobreviveu a uma longa carreira como um dos artistas mais controversos e polarizadores, explicando que é porque ele permaneceu verdadeiro a ele mesmo, "É difícil porque você não quer virar uma caricatura de si próprio, e você não quer ser um clichê... às vezes me pergunto se me destaquei mais do que devia."

Ele continuou, "Você tem de questionar estas coisas. Eu ainda me animo cantando ao vivo, mas quando você vê a reação imediata de um público, é como ser um ator de teatro, é algo que você não consegue sendo um escritor ou publicitário... É quase ritualístico." Mas ele acrescentou, "Não gosto de ser uma celebridade."

"Uma das primeiras perguntas que me fizeram quando eu comecei na música, foi, "Você tem medo de que sua imagem ficará à frente de sua música?" e eu disse, "Não, tenho medo de que minha música fique à frente da minha imagem," respondeu com ironia.

Em uma entrevista onde ele compartilhou uma série de histórias aleatórias, piadas e anedotas, Manson, vestido da cabeça aos pés de preto, usando óculos escuros e maquiagem leve, disse, "Quando eu era bem jovem, meu pai me disse, após me ensinar a ser um atirador de elite - ele esteve no Vietnã, "Filho, vou te dar três conselhos, se você estiver com uma mulher, jogue suco de limão nela, se ela gritar, não faça sexo, ela tem doença." O segundo, "Filho, quando você tiver um trabalho, demita alguém no primeiro dia, assim todos irão te temer."

Deixando claro seus comentários sobre ser um artista, ele acrescentou, "Acho que as pessoas têm de acreditar em você; fingir é fácil, é fácil de criar coisas que são falsas. Meu nome são dois nomes falsos. Hoje em dia os jovens estão mais cínicos porque têm mais informação... Você não consegue vender algo que é falso."

"Ter um avatar ou um personagem online não é ter uma personalidade, também, quando todo mundo pode ser famoso, pra mim não é um desafio - fica mais fácil, faz com que os melhores subam ao topo. Qualquer um pode fazer música, e ser famoso."

Ele falou sobre o efeito do massacre de Columbine (1999) em sua carreira após ele ser, inicialmente, culpado pela tragédia quando foi dito errôneamente que os assassinos eram afetados pela sua música, "Quando Columbine aconteceu, realmente destruiu a minha carreira completamente, os cassinos e estabelecimentos não queriam marcar meus shows, foi realmente um golpe que me pegou de surpresa, pois eu não só não tinha feito nada, mas eles também não eram fãs meus, eu sentei e assisti a TV, ao vivo, quando disseram que eles [os atiradores] estavam utilizando maquiagem parecida com a do Manson, e camisas do Manson, e na realidade, descobrimos depois que não eram sequer meus fãs, mas depois que as rodas começam a girar... Eu neguei toda e qualquer entrevista pedida pela imprensa na época, por que eu achei que isso daria à eles exatamente o que eles queriam."

Manson descreveu como foi ser entrevistado por Michael Moore em "Bowling for Columbine," e acrescentou, "Eu comecei a falar sobre como tem uma gigantesca campanha do medo que realmente controla a maior parte da América, e é por isso que mando cumprimentos pra França, por que eu olho pra América do mesmo jeito que um estrangeiro olharia. Muitas pessoas me perguntam se eu me tornaria um ex-patriota, e eu considerei a ideia, mas eu acho que a América precisa de alguém como eu pra que ela não seja tão merda quanto poderia ser. 

"Se você acha que minha música os fez [os atiradores] fazerem algo - o que não fez, pois eles não eram fãs - o que você acha que EU faria?"

Sobre a atual natureza da fama, ele acrescentou, "Ficou muito mais difícil de manter o que eu gosto de chamar de 'não esvaziar o pote do mistério', que muitas pessoas sabem muito da sua vida."

"Ás vezes você termina virando exatamente o que você luta contra. Se você está contra a cultura pop, você vira uma parte dela. Quando faço música, eu sou meu pior crítico. Eu não gosto de ler críticas, a menos que sejam boas, eu não me guio por elogios... as pessoas tem uma opinião nai nternet, mas eles estão todos escondidos por trás do manto da internet."

 O site likedin publicou um artigo sobre as cinco lições que podem ser aprendidas com o Manson sobre marketing. Um resumo deste artigo, em português, pode ser lido aqui.

No Youtube, destaques da participação do Manson podem ser assistidos a partir dos 3:40min.

 
Fonte: Provider Module

Manson tocou ontem (17) em Milão. Antes de Angel With the Scabbed Wings, Manson cantou um trecho de Rape Me, do Nirvana. O mesmo aconteceu em Lunchbox, com um trecho de Come As You Are.

1. Intro
2. Deep Six
3. Disposable Teens
4. mOBSCENE
5. No Reflection
6. Third Day of a Seven Day Binge
7. Sweet Dreams (Are Made of This)
8. Angel With the Scabbed Wings
9. Tourniquet
10. Rock is Dead
11. The Dope Show
12. Lunchbox
13. Antichrist Superstar
14. The Beautiful People
15. Coma White

Intro/Deep Six

Disposable Teens

mOBSCENE

No Reflection

Third Day of a Seven Day Binge

Sweet Dreams (Are Made of This)

Angel With the Scabbed Wings

Tourniquet

Rock is Dead

The Dope Show

Lunchbox

Antichrist Superstar

The Beautiful People

Coma White

Manson tocou em Amsterdã na segunda-feira (15).

1. Intro
2. Deep Six
3. Disposable Teens
4. mOBSCENE
5. No Reflection
6. Third Day of a Seven Day Binge
7. Sweet Dreams (Are Made of This)
8. Angel With the Scabbed Wings
9. Tourniquet
10. Rock is Dead
11. The Dope Show
12. Lunchbox
13. Cruci-Fiction in Space
14. Personal Jesus
15. The Beautiful People
16. Coma White

Intro/Deep Six

Disposable Teens

mOBSCENE

No Reflection

Third Day of a Seven Day Binge

Angel With the Scabbed Wings

Tourniquet

Rock is Dead

The Dope Show

Lunchbox

Cruci-Fiction in Space

Personal Jesus

The Beautiful People

Coma White

Manson falou com o site Daily Star e disse estar trabalhando em um novo álbum, menos de um ano após o lançamento do The Pale Emperor. Confira a tradução abaixo.

Após ser honrado com o prêmio Lifetime Achievement da Kerrang!, o Anticristo Superstar me levou ao banho para descarregar sua tristeza.

Ele deu votos de nunca abandonar seu status cult juntando-se às massas do Glastonbury como o Metallica fez no ano passado. Descompromissado como nunca, Manson me disse: "Eu nunca faria aquilo ou qualquer coisa que seja mainstream só por fazer. Nunca tento pensar em uma base de fãs, porque você pode virar o garçom ao invés do cozinheiro."

É exótico como posso dizer agora que tomei banho com um rockstar, embora provavelmente Marilyn Manson não estivesse no topo da minha lista.

O que foi dito no cubículo, fica no cubículo. Mas basta dizer que o charme sugeriu que "demos um tiro" juntos!

Ser honrado no Reino Unido significa muito para o homem criado a David Bowie e Iron Maiden. "A música britânica foi a que mais me influenciou," ele compartilhou. "Tudo é tão exótico aqui - até a Kerrang! vinha em um plástico tipo uma revista pornô."

Manson já achava irritante dez anos atrás quando bandas como o The Darkness transformaram o metal em paródia.

Ele disse: "As pessoas escutavam The Darkness e não entendiam que o Judas Priest existia, então quando descobriram, eles achavam Judas Priest engraçado. Eu fiquei puto dez anos atrás, mas hoje em dia essas bandas são muito piores do que eu conseguiria compreender."

"Se você tem quatro palavras no nome da sua banda, já é demais - The Doors, The Beatles, Marilyn Manson." Ele ainda possui a habilidade de chocar, mas Manson, definitivamente, amoleceu com o tempo.

Ele explicou: "2014 foi o ano em que percebi que não gostava de como minha vida havia sido nos últimos anos. Eu queria mudar. É quase como se eu estivesse novamente em começo de carreira. Estou dizendo: "Este sou eu", o que é um grande lugar para estar.

As pessoas talvez me conheçam pelo meu nome ou tiroteios em escolas ou músicas. Mas eu quero me reintroduzir ao mundo, eu cumprimento a todos.

Eu comecei a música antes da palavra 'celebridade' ser introduzida em forma de arte, embora eu, absurdamente, tenha virado uma celebridade.
"

Ele recentemente atingiu sua forma com o novo álbum, The Pale Emperor.

Manson disse: "Eu explorei o blues, mas agora estou trabalhando em um disco de country - death country."

Atuar também virou uma paixão: "Gravei um filme onde faço um capataz chamado Let Me Make You a Martyr.

Tive que tirar a pele de um coiote. Tive ferimentos abertos nas minhas mãos, então fiquei preocupado de pegar aids do coiote.
"

Ele limpa suas mãos na minha manga: "Não sei se pegamos aids do coiote, mas se eu peguei, você também vai." Hora de outro banho.


 

Manson irá fazer quatro shows no Reino Unido, como parte da turnê Europeia que iniciará em Novembro deste ano. As datas são as seguintes:

19/11/2015 @ Eventim Apollo, Londres, Inglaterra
21/11/2015 @ Civic, Wolverhampton, Inglaterra
22/11/2015 @ O2 Academy, Glasgow, Escócia
23/11/2015 @ O2 Apollo, Manchester, Inglaterra
 
Fonte: Metal Hammer

página: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 | 241 | 242 | 243 | 244 | 245 | 246 | 247 | 248 | 249 | 250 | 251 | 252 | 253 | 254 | 255 | 256 | 257 | 258 | 259 | 260 | 261 | 262 | 263 | 264 | 265 | 266 | 267 | 268 | 269 | 270 | 271 | 272 |









Marilyn Manson - Prêmio de Ícone pela Alternative Press (2016) Third Day of a Seven Day BingeThe Mephistopheles of Los AngelesManson fala sobre o ”The Pale Emperor” (2015)Manson dá suas impressões sobre o Natal (2014) Deep Six


ver +

facebook.com/marilynmanson
marilynmanson.com
twitter.com/marilynmanson


2008 - 2017 ® Marilyn Manson Brasil | Todos os Direitos Reservados