O site MansonWiki postou mais uma entrevista exclusiva, agora com o mágico Rudy Coby. Leia abaixo as perguntas relacionados ao Manson (um grande amigo do Rudy), inclusive falando um pouco sobre o novo álbum!


O que você considera como o “Ato de Três Minutos” do Manson?

É uma boa pergunta. Bem, eu diria que há alguns deles. Certamente, eu diria que a performance da “Antichrist Superstar” com o pódium são os seus três minutos. Porque se você o vê cantando aquela música de três minutos no pódium, aquilo te diz tudo que sempre precisou saber sobre o Marilyn Manson caso aquela seja a primeira coisa que você tenha visto... Sabe, aquilo deveria estar em uma cápsula espacial; é muito fantástico. Diria outra, provavelmente ao público em geral, é a “The Beautiful People”. Aquele vídeo de três minutos é, provavelmente, o MELHOR vídeo já feito. Mesmo se eu não conhecesse o Manson, eu ainda sentiria isso. Há pouquíssimos trabalhos puros de arte, e eu acho que que “The Beautiful People” é uma delas, a música é fantástica e o vídeo é perfeito. Provavelmente “Sweet Dreams (Are Made of This)” é outro “Três Minutos”. Ele pegou algo que todos nós conhecemos e adoramos, que foi aceito pelo mainstream, e então retorceu e deixou assustador. Então essa é a coisa sobre os três minutos, você não tem que ter apenas um. Uma vez que você tem um, você fica famoso por esses três minutos e se você for inteligente, você tem outras versões de três minutos.

Você morou com o Manson por alguns anos, você pode nos descrever como foi?

Morar com o Manson foi uma aventura, porque à qualquer hora, noite ou dia, você tem que ser criativo. Esse é o melhor elogio que posso dizer sobre qualquer pessoa. É um sonho, porque eu vivo para ser criativo. Adoro criar coisas e ele faz isso 24 horas por dia. Ele tem milhares, e eu nem vou usar hipérbole, mas há milhares de fotos que provavelmente vocês nunca vão ver. Tipo aquelas fotos que estavam no especial da Biografia, que todos disseram que não haviam visto antes. Há, literalmente, dúzias e dúzias de projetos não-finalizados entre eu e o Manson, entre livros, ideias de filmes ou de coisas para o palco. Provavelmente milhares de ideias muito bem pensadas, mas ele é um cara só, não dá pra fazer tudo. Coisas como o livro do “Holy Wood” que as pessoas têm esperado, mas quando você está perto dele, você entende o porquê... É porque ele está pronto para a próxima coisa.

Agora é do conhecimento de todos que você é o mágico por trás de alguns dos shows mais teatrais do Marilyn Manson. Você prevê algum envolvimento futuro em algum show do Manson?

A última coisa bem legal de que eu e o Manson falamos foi a turnê da Triptych. Tratava-se de um número seleto de cidades, os três maiores álbuns tocados do começo ao fim, um por noite e então um show tradicional do Manson na noite final. Entao basicamente o que iria acontecer, seria que eu co-produziria toda a parte visual para esses shows e então abriria para ele.

Essa na verdade seria a nossa próxima pergunta. Você e o Manson já pensaram no The Rudy Coby Experiment como a abertura para a turnê do Manson?

Com certeza, a moral é que TEM QUE acontecer. Acho que vai acontecer, porque desde a primeira vez que o vi, ele me pediu para abrir o show para ele. Nessa época eu não sentia muita vontade, eu não fazia meu show e eu não era Labman, que é onde me encontro agora. Voltar à mágica e fazer meu próprio trabalho... Uma das coisas que mais me fazem feliz, e ainda o é, quando penso em tudo o que fiz em parceria com o Manson. Eu abro um sorriso tão grande, meu corpo todo sorri, minha calça se amarrota com meu sorriso (risos)... Porque é a maior experiência que pode existir. E vocês imaginam como é chegar com ideias para o Manson e estar de fato no palco para "mOBSCENE", ou fazer o robô aparecer e ser o foco em "Tourniquet". Só de elaborar ou ser uma estrela coadjuvante em seu show tem sido uma grande diversão.

Acho que foi bom para a banda quando o Twiggy deu uma saída, as bandas pelas quais ele passou estavam dentre as bandas mais fantásticas. Para ele, vir e trazer isso de volta ao Manson, acho que o próximo disco será incrível.

Sim, e o motivo pelo qual estou verdadeiramente, incrivelmente animado é que seis meses atrás, eu tinha uma versão do álbum, você precisa entender que eu ouço o disco em cada estágio, às vezes num ritmo semanal. Entao há seis meses, lá por Abril, quando o Magic Vs Science estava acontecendo, eu trouxe o Nick e ele conseguiu ouvir o disco. Provavelmente eram 10 ou 20 musicas na época, elas eram maravilhosas, fantásticas. Mas o motivo do Nick ter inveja de mim é porque eu ouvi as musicas seis meses antes e é como se tivesse dito, descarte as outras. É assim que essas demonstram o quanto são mais fortes!

Então são musicas totalmente diferentes ou foram apenas trabalhadas outra vez?

Não, são musicas totalmente diferentes, em relação às do passado. Eu digo “do passado” mas elas só têm 6 meses. Mas eu sei todas as letras de todas elas, pelo tanto que as ouvi, porque algumas são bem grudentas. Mas as que ouvi recentemente, e isso foi há um mês, dão de 10 a 0. Eu atribuo isso à nova formação da banda com o Fred.

Exatamente! E entao jogue o Vrenna lá e você tem um grande time!

Era isso que eu ia dizer, quando você visita o Manson, a casa dele é basicamente o estúdio. Ele tem essa sala que é uma réplica do backstage. É uma versão aprimorada, e aí você sai... O que você pode ver no especial da Biografia também é que ele tem um projetor, um super projetor, ele tem essa versão Marilyn Manson das coisas que você veria no cinema. Ele tem um centro de comando e junto tem o estúdio de gravação e toda noite, ou a cada seis noites, tanto faz, de 8 da noite às 4 da manha, Twiggy, Fred e Vrenna estão lá. Vrenna é como o coração (risos), porque ele esta lá toda noite.

Ele é provavelmente um com razão, um dos músicos mais talentosos que ja fizeram parte do Marilyn Manson. Esperamos de verdade que nesse próximo disco, que o trabalho de Vrenna com sintetizadores possa brilhar mais do que nos álbuns anteriores.

Sim, exatamente, ele é um grande homem e um músico talentoso. Eu saí em turnê com o Chris e a banda e não existia uma pessoa mais querida.

"Wight Spider", "Evidence", "Putting Holes in Happiness" e a faixa-título para o "Eat Me Drink Me". Essas músicas, daqui há dez anos, quando mais discos saírem, as pessoas olharão para elas, e elas serão como o "Aladdin Sane" do Bowie, ou seja, clássicos. Por alguma razão, às vezes, demora alguns anos para as pessoas se adaptarem a um álbum.

Sim, concordo plenamente. "I Have to Look Up Just to See Hell" é talvez uma das minhas favoritas do disco e, deixe-me colocar isso da seguinte maneira… As pessoas deviam estar contentes por mim e pelo Anthony Silva estarmos por perto. Especialmente eu, porque sou uma pessoa irritante (risos), e eu vou defender meu ponto de vista até o fim, sabe? O motivo pelas pessoas terem ouvido "Coma White" novamente ao vivo, é porque eu disse ao Anthony, “Por que ele não esta tocando essa aqui? O que está acontecendo? A gente tem que fazer ele tocar essa de novo!” E o Anthony falava, “Bom, já tem 10 anos que ele não a toca.” E eu ficava... “Por quê?” Talvez, agora seja a hora em que eu deva deixar todo mundo com inveja?

(Risos) Ok, continue

Isso foi antes mesmo de eu morar com o Manson. Foi na época que o “Lest We Forget” estava saindo. Meus amigos e eu tínhamos planos para ir ao Burning Man, eu estava me mudando no dia seguinte e estava passeando com alguém. Manson esteve trabalhando em muita coisa e não tinha ninguém para ajudá-lo com nenhum dos projetos que ele queria lançar, ele estava meio triste porque a gravadora estava se recusando a colocar o vídeo da “(s)AINT”. Ele me pediu pra ficar e ajudar e eu disse a ele que eu precisava muito ir ao Burning Man, mas ok. Então no dia seguinte saímos e percebi que era a noite da queima do homem; todos meus amigos estavam lá e havia 10,000 carros de arte, robôs e tal. Aqui estava eu saindo com um cara que estava muito triste e lutando com sua gravadora. Daí ele disse “Ah, olha o que eu encontrei” e eu “O que é isso?” Ele disse “É o script do “Holy Wood”. Essa foi a primeira vez que aquilo tinha surgido. Ele me perguntou se eu queria ler e eu disse “Sim, claro!” e ele disse “Deixa eu ler a primeira parte pra você.” Ele começou a ler e, duas horas depois, ele ainda estava lendo o script inteiro...

(Risos) Você esqueceu de pedir pra ele parar...

(Risos) É uma das minhas missões em vida ter certeza que o “Holy Wood” (livro) vai ser lançado. Tenho planos pra isso.

Sério? Você pode dar detalhes?

É, eu tenho planos... Não vou decansar até torná-lo em um romance gráfico, e em um filme... NÃO VOU descansar. Conheço alguns dos melhores artistas no mundo e eu conheço pessoas na indústria dos quadrinhos. Mas para mim... Esse é o meu sonho para o “Holy Wood” e talvez dizendo isso em público faça acontecer mais rápido. Mas o Manson sabe que eu não calo a boca sobre isso (risos). Gostaria de ver um capítulo sendo lançado todo mês por um incrível artista/ilustrador/etc.

Você acha que o Manson faria algo tipo o Oráculo de novo?

Sim, eu adoraria isso. Era meu favorito, isso e os diários. Acho que é por isso que eu tenho um carinho especial pela época do “Golden Age of Grotesque”; porque os diários eram fantásticos. Vindo de um ponto de vista não-fã, era bem agradável. Ainda posso citá-los, eram engraçados. Os vídeos que ele fez da Lily ou do Pogo com um instrumento estranho eram fantásticos. Gostaria que ele fizesse isso de novo e há muitos... não centenas, mas milhares de vídeos loucos onde ele apenas monta uma câmera ou coloca uma câmera na cabeça do Twiggy com uma fita pela noite inteira e é uma das coisas mais engraçadas que você poderia ver.

Recentemente você twitou que você estava morrendo para revelar detalhes do novo álbum e que ele faria nossas cabeças explodirem. Também ouvimos de outras pessoas que é muito pesado e complexo. Você está apto a entrar em detalhes sobre o conceito ou o som?

Bem, eu sou um mágico, e bons mágicos nunca revelam seus segredos, então, em respeito, não vou comentar sobre. Mas digo que acho que ele tem as pessoas certas ao redor dele, a ideia de que o Twiggy está fazendo música com um de seus melhores amigos, Fred, e com o Chris que é amigo de todos. É esse grupo firme de amigos em um ambiente bem divertido sem nenhuma distração, eles estão puramente criando o álbum, então acho que está em um bom lugar. Se vocês querem ficar animados, e uma das coisas que estão me animando é que o Kerry King não parece ser um cara que engana as pessoas (risos). Então se o Kerry King está animado, você sabe que está bom. Quero dizer, Kerry King não vai pagar com a língua.

Se eu pudesse resumir... Acho que o especial com a Biografia não fez nada mais do que deixar os fãs esperançosos. Também acho às vezes que a espera entre álbuns é horrível e percebo o quão sortudo eu sou de ser um dos amigos do Manson porque ele é um dos meus artistas favoritos, então posso escutar direto o material dele. Se eu não estivesse nessa posição, também ficaria apreensivo; me perguntando o que está acontecendo. Ele é um enigma, então muito pouco é vazado.
 

A entrevista completa (em Inglês) pode ser lida aqui.

Neste Sábado (16) ocorreu em Los Angeles o Scream Awards 2010 e Manson esteve presente junto com o Twiggy! Veja fotos abaixo

    

Todas as imagens podem ser vistas clicando aqui (as fotos continuam nas páginas seguintes).

Veja vídeos também

 

 

No próximo dia 30 de Outubro, a casa Haze em Las Vegas fará uma festa para comemorar o Halloween e Manson estará lá comandando o evento! A festa ainda terá um concurso de "melhor figurino" no valor de 10,000 dólares para o vencedor.

Esperemos por fotos e mais informações depois.

Fonte: LightGroup

Kristen Stewart, Megan Fox, Alexander Skarsgard, Mickey Rourke, Chris Hemsworth e Marilyn Manson estão na lista de celebridades que aparecerão.

Do elenco de Lost: Harold Perrineau, Henry Ian Cusick e Jorge Garcia, junto com os criadores do seriado Carlton Cuse e Damon Lindelof.

SCREAM 2010 também contará com a apresentação musical de M.I.A e acontecerá dia 19 de Outubro, às 9pm (horário dos EUA).

Fonte: Spike.com

Ontem foi televisionada no canal Bio. (apenas para os Estados Unidos) uma biografia do Manson. Havíamos avisado que após o programa ser exibido, o pessoal do MansonWiki iria disponibilizar para os outros fãs assistirem. A versão em qualidade alta ainda não está disponível (para assistir com o web player do DivX), mas você já pode assistir abaixo com qualidade menor clicando aqui.

Assim que a versão em HD for disponibilizada, atualizaremos aqui. E, como de costume, legendaremos também!

página: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | 52 | 53 | 54 | 55 | 56 | 57 | 58 | 59 | 60 | 61 | 62 | 63 | 64 | 65 | 66 | 67 | 68 | 69 | 70 | 71 | 72 | 73 | 74 | 75 | 76 | 77 | 78 | 79 | 80 | 81 | 82 | 83 | 84 | 85 | 86 | 87 | 88 | 89 | 90 | 91 | 92 | 93 | 94 | 95 | 96 | 97 | 98 | 99 | 100 | 101 | 102 | 103 | 104 | 105 | 106 | 107 | 108 | 109 | 110 | 111 | 112 | 113 | 114 | 115 | 116 | 117 | 118 | 119 | 120 | 121 | 122 | 123 | 124 | 125 | 126 | 127 | 128 | 129 | 130 | 131 | 132 | 133 | 134 | 135 | 136 | 137 | 138 | 139 | 140 | 141 | 142 | 143 | 144 | 145 | 146 | 147 | 148 | 149 | 150 | 151 | 152 | 153 | 154 | 155 | 156 | 157 | 158 | 159 | 160 | 161 | 162 | 163 | 164 | 165 | 166 | 167 | 168 | 169 | 170 | 171 | 172 | 173 | 174 | 175 | 176 | 177 | 178 | 179 | 180 | 181 | 182 | 183 | 184 | 185 | 186 | 187 | 188 | 189 | 190 | 191 | 192 | 193 | 194 | 195 | 196 | 197 | 198 | 199 | 200 | 201 | 202 | 203 | 204 | 205 | 206 | 207 | 208 | 209 | 210 | 211 | 212 | 213 | 214 | 215 | 216 | 217 | 218 | 219 | 220 | 221 | 222 | 223 | 224 | 225 | 226 | 227 | 228 | 229 | 230 | 231 | 232 | 233 | 234 | 235 | 236 | 237 | 238 | 239 | 240 | 241 | 242 | 243 | 244 | 245 | 246 | 247 | 248 | 249 | 250 | 251 | 252 | 253 | 254 | 255 | 256 | 257 | 258 | 259 | 260 | 261 | 262 | 263 | 264 | 265 | 266 | 267 | 268 | 269 | 270 | 271 | 272 |









Marilyn Manson - Prêmio de Ícone pela Alternative Press (2016) Third Day of a Seven Day BingeThe Mephistopheles of Los AngelesManson fala sobre o ”The Pale Emperor” (2015)Manson dá suas impressões sobre o Natal (2014) Deep Six


ver +

facebook.com/marilynmanson
marilynmanson.com
twitter.com/marilynmanson


2008 - 2017 ® Marilyn Manson Brasil | Todos os Direitos Reservados